Pesquisa Personalizada


Receba as atualizações de Astronomia Hoje por e-mail:

Ouça Temas da Bíblia Agora:

Estude a Palavra de Deus Agora!

Estude a Palavra de Deus Agora!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos

quarta-feira, 11 de maio de 2016

VÍDEO: Nasa divulga imagens da passagem de Mercúrio diante do Sol




SolMercúrio e Terra se alinharam — um fenômeno que ocorre apenas 13 vezes por século. Mercúrio foi visto, com uso de telescópios, como um ponto negro avançando devagar na frente da estrela, oferecendo um espetáculo celestial que durou sete horas e meia, e a Nasa divulgou um vídeo em formato time-lapse com o momento da passagem.
Mercúrio, o menor planeta do Sistema Solar, completa uma volta em torno do Sol em 88 dias e passa entre o astro e a Terra a cada 116 dias. No entanto, a sua órbita ao redor do Sol é inclinada em relação a da Terra, de modo que, da nossa perspectiva, na maioria das vezes ele parece passar por cima ou por baixo do Sol. Treze vezes por século, no entanto, as duas órbitas se alinham de tal forma que é possível ver o pequeno planeta a dezenas de milhões de quilômetros de distância.
De acordo com a Royal Astronomical Society britânica (RAS), o trânsito completo pôde ser visto desde a maior parte da Europa Ocidental, das partes ocidentais do Norte e do Oeste da África, do leste da América do Norte e da maior parte da América do Sul, incluindo o Brasil. O fenômeno durou das 11h12min até as 18h42min GMT (de 8h12min às 15h42min no horário de Brasília).
Com um terço do tamanho da Terra e a maior proximidade do Sol, Mercúrio é um dos quatro planetas rochosos do centro do Sistema Solar, mas não tem atmosfera e seu corpo metálico é marcado por colisões de rochas espaciais. O dia em Mercúrio é seis vezes mais quente do que o lugar mais quente na Terra, e a noite pode ser mais de duas vezes mais gélida do que o lugar mais frio do nosso planeta.
Ele gira tão lentamente, três vezes a cada duas órbitas, e, curiosamente, o dia em Mercúrio é duas vezes mais longo do que o seu ano. O trânsito de Mercúrio foi registrado pela primeira vez pelo astrônomo francês Pierre Gassendi, que o observou através de um telescópio em 1631, duas décadas depois do instrumento ter sido inventado. O astrônomo alemão Johannes Kepler tinha previsto corretamente o trânsito, mas morreu em 1630, antes de que pudesse testemunhar o evento.
A última vez que Mercúrio se alinhou com o Sol e a Terra foi há dez anos, e as próximas serão em 2019, 2032 e 2049. [Fonte: Yahoo]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada

Livro Gratuito em PDF - Baixe Agora!