Pesquisa Personalizada


Receba as atualizações de Astronomia Hoje por e-mail:

Ouça Temas da Bíblia Agora:

Estude a Palavra de Deus Agora!

Estude a Palavra de Deus Agora!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Nuvem molecular "rabo de porco" surpreende astrônomos



Nuvens moleculares
Astrônomos da Universidade de Keio, no Japão, descobriram uma nuvem molecular com uma estrutura inusitada, em formato de parafuso.
Shinji Matsumura e seus colegas batizaram a estrutura de "rabo de porco".
A nuvem molecular rabo de porco está localizada no centro da Via Láctea, a aproximadamente 30.000 anos-luz do Sistema Solar.
Gigantescas nuvens moleculares nessa região estão girando em torno do centro da galáxia em duas órbitas muito fechadas. Na base da nuvem rabo de porco, essas duas órbitas se cruzam.
Analisando as linhas espectrais, os astrônomos descobriram que essa interseção ocorre exatamente na base da nuvem molecular rabo de porco.
Isso sugere que a estrutura helicoidal pode ter-se formado quando as duas nuvens moleculares com diferentes órbitas colidiram, induzindo um giro no campo magnético de uma delas, fazendo-a torcer-se.
A colisão de nuvens moleculares no centro da Via Láctea é tida com um dos fenômenos mais importantes na formação de novas estrelas.


Impressão artística da nebulosa rabo de porco.[Imagem: Keio University/NAOJ]

Astrônomos japoneses propuseram um esquema explicativo para as nuvens moleculares formadoras de estrelas no centro da Via Láctea. [Imagem: Keio University/NAOJ]
Campo magnético torcido
Os astrônomos acreditam que os gases na região central da galáxia movem-se principalmente ao longo de duas órbitas elípticas. Esses dois grupos têm uma estrutura aninhada, cruzando-se em dois pontos.
As teorias indicam que essas colisões causam uma compressão no gás, ativando a formação de estrelas.
Observações anteriores já haviam confirmado a presença de um fluxo de linhas magnéticas - de aproximadamente 1 miligauss - perpendicular ao disco da galáxia.
Entretanto, se esse campo magnético se estende por toda a região central da galáxia, ou se é local, tem sido matéria de debate há muitos anos.
Com suas novas observações, os astrônomos japoneses propõem o seguinte cenário para solucionar essa questão:
  1. O tubo magnético perpendicular ao disco da galáxia está presente entre as duas nuvens moleculares gigantes. Essas nuvens movem-se ao longo de duas órbitas elípticas principais ao redor do núcleo da galáxia.
  2. O tubo magnético é torcido e comprimido a ponto de se tornar uma estrutura helicoidal durante o contato friccional entre as duas nuvens.
  3. O gás molecular é capturado pelo tubo magnético torcido, formando assim a nuvem molecular rabo de porco. [Fonte: Inovação Tecnológica]
Bibliografia:


Discovery of the Pigtail Molecular Cloud in the Galactic Center

Shinji Matsumura, Tomoharu Oka, Kunihiko Tanaka, Makoto Nagai, Kazuhisa Kamegai, Tetsuo Hasegawa

The Astrophysical Journal

Vol.: 756, Issue 1, article id. 87

DOI: 10.1088/0004-637X/756/1/87

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada

Livro Gratuito em PDF - Baixe Agora!