Pesquisa Personalizada


Receba as atualizações de Astronomia Hoje por e-mail:

Ouça Temas da Bíblia Agora:

Estude a Palavra de Deus Agora!

Estude a Palavra de Deus Agora!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos

sexta-feira, 24 de julho de 2015

6 razões pelas quais estamos perto de descobrir vida fora da Terra

Nesta quinta-feira (23/07/2015), a Nasa anunciou a descoberta de um planeta muito parecido com a Terra, na zona habitável de uma estrela muito parecida com o Sol. OKepler-452b, um pouco mais velho que a Terra e de órbita similar, teria condições de abrigar vida? Cientistas irão analisar o planeta em busca da resposta. 
Mas separamos aqui alguns dados que sugerem que estamos próximos de encontrar vida fora da Terra. Confira:
1. Sabemos que a vida pode existir no espaço
Cientistas da Nasa conseguiram reproduzir os elementos essenciais para a vida em pleno espaço - quer dizer, não no espaço, mas em um laboratório que simula as condições espaciais no Centro de Pesquisa Ames. Ou seja, você não precisa nem do planeta para ter condições de criar bases genéticas.
2. Devem existir inúmeros planetas habitáveis
Pense na Via Láctea. Nossa galáxia de 100 mil anos-luz de largura teria apenas um planeta habitável? Cientistas da Universidade da Califórnia - Berkeley, armados com dados obtidos pelo Observatório Kepler, estimam que existam 20 bilhões de planetas que orbitem estrelas em uma zona habitável comparável à da Terra com o Sol. E, lembrando, isso apenas na Via Láctea - sabemos que existem alguns bilhões de galáxias. Então o Kepler-452b seria apenas um entre muitos.
3. A vida na Terra começou mais cedo do que achávamos
Recentemente, cientistas descobriram que as primeiras formas de vida terrestres apareceram há 3,2 bilhões de anos - um bilhão de anos mais cedo do que achávamos. E qual é o impacto dessa diferença? Naquela época, a Terra não era um lugar tão bacana quanto era hoje - a atmosfera era cheia de elementos tóxicos, por exemplo. Se a vida se desenvolveu em condições tão adversas, ela poderia aparecer em cantos menos hospitaleiros do universo.
4. Existem formas de vida que sobrevivem em condições extremas aqui na Terra
Essa belezinha abaixo é um membro da família Liparidae, que vive nas Fossa das Marianas a 8 quilômetros abaixo do nível do mar. Qualquer outro peixe teria suas células esmagadas pela pressão, mas esse peixe aguenta. A 9,6 quilômetros de profundidade, foi encontrado um tipo de camarão albino. Um vírus de 30 mil anos foi extraído de uma geleira na Antártida. Tem aquela bactéria, que contém arsênio a abre a possibilidade que exista vida de outra forma que não a baseada em carbono. Então, sim, é possível que a vida exista em condições extremas em outros planetas.
  (Foto: reprodução)
5. Fungos amam o espaço
Musgos enviados ao espaço no casco da Estação Espacial Internacional voltaram intactos para a Terra depois de 18 meses. A Agência Espacial Europeia também resolveu lançar uma caixa cheia de líquen na órbita da Terra. Os bonitos voltaram depois de 14 dias expostos à radiação intensa, sem nenhum arranhão. Aliás, a vida é tão resistente no espaço que isso é um problema para a Nasa. Micróbios no interior da ISS se multiplicam tão rápido que a manutenção da estação precisa ser constante para que colônias não danifiquem as proteções da instalação.
6. Existe água no espaço
E bastante, pelo visto. Confira esse infográfico da Nasa que possui informações sobre os lugares em que a agência detectou a substância. [Fonte: Galileu]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada

Livro Gratuito em PDF - Baixe Agora!